Acidente aconteceu no último dia 30 de maio e 27 funcionários foram atendidos em hospitais da cidade.

Pontaporainforma

O frigorífico da JBS de Ponta Porã, cidade de Mato Grosso do Sul que faz fronteira com Paraguai, foi multado em R$ 100 mil pela Polícia Militar Ambiental (PMA) por causa do vazamento de amônia ocorrido no último dia 30 de maio.

O acidente causou danos à saúde de 27 funcionários que foram atendidos em hospitais da cidade. Eles receberam alta no mesmo dia à noite.

Logo após o vazamento, a JBS informou, em nota, que o vazamento foi controlado rapidamente e os colaboradores passavam bem. As salas de produção e da câmara fria foram esvaziadas rapidamente. De acordo com a assessoria, o vazamento começou pelo setor de desossa.

Segundo a PMA, a multa é referente à infração de “poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da biodiversidade”.

A multa para esse tipo de crime varia de R$ 5 mil a R$ 50 milhões. Depois das avaliações, mesmo tendo sido tomadas as medidas corretivas ao ambiente no local, houve danos à saúde humana. Por este motivo, a PMA aplicou multa de R$ 100.000.

O auto de infração administrativo lavrado constitui-se na primeira peça do processo administrativo, que será julgado pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul).

Depois da ampla defesa da empresa autuada, o órgão julgador poderá acatar, aumentar, ou reduzir o valor da multa aplicada.